Categoria: Business

Quais benefícios adicionais de benefícios sociais durante a gestação

O Bolsa Família é um programa do Governo Federal exclusivo para a população brasileira de baixa renda. Não pode receber o benefício quem realmente não precisa dele. Dentre os grupos a receber assistência especial do programa estão as gestantes e lactantes com benefícios adicionais do Bolsa Família 2021 durante a gestação. Saiba mais!

Quais os benefícios adicionais do Programa durante a gestação?

As gestantes com uma renda mensal entre R$ 0 e R$ 85 e até R$ 170 podem receber um complemento a mais de renda para ultrapassar esse período extremamente importante. Durante a gravidez a futura mãe pode requisitar do Bolsa Família uma ajuda de custo com duração máxima de 9 meses no valor de R$ 85 por pessoal.

O valor do Bolsa Família entende que durante a gravidez o benefício isolado familiar não é o suficiente para ajudar na nutrição necessária para mãe e criança. Pensando nisso criou um benefício mais apenas de direito da gestante e não estendido a seus parentes ou dependentes.

O chamado de Benefício Variável à Gestante é no valor de R$ 39. São pagas apenas novas parcelas consecutivas e depois o pagamento é suspenso.

Para saber quando você terá direito a sacar o benefício, basta conferir o Calendário Bolsa Família 2021 e realizar o saque dentro do prazo, caso contrário você não terá direito ao benefício.

Quem pode receber os benefícios adicionais durante a gestação?

Podem receber o valor mensal em até nove parcelas as gestantes que se enquadrem nas demais normas do programa. Para isso é preciso estar na margem de renda considerada de extrema pobreza, com renda mensal familiar de zero a R$ 85 ou pobreza, com renda familiar de até R$ 190.

Felizmente um valor pago não elimina o outro em muitos casos. A gestante pode receber a ajuda mensal do Bolsa Família por ser baixa renda e ainda solicitar o benefício como gestante. Contudo, a soma dos dois não pode ultrapassar R$ 195 para a família.

Os requisitos para as gestantes são:

  • Estar cadastrada no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal;
  • Comparecer às consultas de pré-natal dos postos de saúde ou hospitais de sua cidade;
  • Comparecer em atividade educativa do Ministério Público sobre aleitamento materno e alimentação saudável durante o período de gestação.

Para se cadastrar no programa é só procurar os postos de cadastro na sua cidade. No geral são em prefeituras ou elas informam onde seria o local correto.

Após o parto, lactante pode receber ajuda de custo também

Após dar a luz a mãe pode voltar ao cadastro do programa e solicitar mais uma vez o benefício, mas agora para ajudar seu filho. O Bolsa Família para Nutriz fornece seis parcelas fixas no valor de R$ 39 para crianças de 0 a seis meses.

Para isso é preciso ir ao local de cadastro do programa levando a certidão de nascimento da criança, documentos dos pais, comprovante de endereço dos últimos três meses e comprovação de renda.

Em caso de informações falsas ou o surgimento de uma renda para a lactante o benefício é suspenso de pronto. Receber o Bolsa Família sem a necessidade dele é crime e a penalidade pode ir do pagamento do valor de volta com juros à prisão por entrega de documentos falsos.

Número de beneficiários do Governo Bolsonaro

Com um grande número de beneficiários, conhecer as novas regras PIS 2021  é muito importante. É pelo fato de termos um novo Governo que muitas mudanças podem acontecer. Sendo assim, acompanha as novas regras PIS 2021 é essencial para ficar por dentro do assunto.

E é sabendo que existe um grande número de beneficiário que ainda possuem dúvidas sobre esse assunto, que resolvemos ajudar. Aqui reunimos os principais detalhes sobre essas mudanças e o que pode ser esperado. Basta continuar lendo para saber mais sobre as novas regras PIS 2021.

Sobre o PIS

Entre os benefícios que os trabalhadores possuem, o PIS e o PASEP 2021 podem se um dos mais conhecidos entre os brasileiros. Por ser destinado aos trabalhadores do setor privado, o benefício que lhes é redirecionado é o PIS, Programa de Integração Social.

Esse valor é um auxílio extra que o Governo junto com a Caixa Econômica libera aos trabalhadores que seguem suas regras. E por ser um benefício super importante, algumas mudança podem acontecer para que suas distribuições seja feita de forma mais adequada.


Como funciona as novas regras PIS 2021

Entender como funciona o PIS pode ser mais simples do que você imagina. Esse benefício é destinado a todos os trabalhadores do setor privado, só que para que ele seja liberado para você, é preciso ter mais detalhes.

Isso porque os beneficiários precisam trabalhar em empresas que realizam sua contribuição com o programa, fazendo com que seja liberado o direito de seus contratados. E estando eles de acordo com suas regras, o benefício é liberado de sua conta.


Quem tem direito ao PIS 2021

Entendendo como funciona esse benefício, você deve saber quem tem direito ao PIS 2021. Como são regras que podemos e alteradas de um Governo para outro, confira as que estão em vigor:

  • É preciso trabalhar em uma empresa que realize contribuições ao PIS;
  • Precisa comprovar ter trabalhado ao menos 30 dias no ano base do pagamento;
  • Deve ter informações sobre a RAIS (Relação Anual de Informações Sociais), fornecida pela empresa, que comprove a sua participação;
  • Ser inscrito em no mínimo 5 anos no PIS;
  • Deve ter ganho em média no máximo 2 salários mínimos ao ano.

Se por acaso você tiver meses em que o seu salário pode ser diferente, tire a média dos meses em que você trabalhou. Se o resultado estiver abaixo de 2 salários, você tem direito ao benefício.


Quem não tem direito ao PIS

Mesmo com as explicações acima, ainda possui tem trabalhadores que possuem dúvidas sobre essa liberação. No caso dos trabalhadores que são não possuem vínculo com empresas privadas, mas públicas, recebem o PASEP (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público).

E no caso de trabalhadores domésticos ou rurais sem vínculo empregatício com empresas que não realizam essa contribuições, são quem não tem direitos ao PIS. Isso se dá ao fato de seu empregador não ter contribuições a serem feitas ao programa.


Abono salarial

Esse benefício é o que se chama o abono salarial 2021. De acordo com as regras que estão em vigor, ele pode ser recebido de acordo com o período em que o trabalhador pode comprovar no ano base em que receberá.

E para saber quanto poderá esta recebendo, deverá conferir os meses em que esteve trabalhando e qual a média desse valor, como falamos antes. Assim, o benefício estará sendo concebido de acordo com as novas regras PIS 2021. Confira mais detalhes clicando aqui!


Novas regras PIS 2021

De acordo com a regras questão em vigor, os trabalhadores que possuem o direito desse benefício deverão saber qual percentual lhes será destinado. Antes, qualquer trabalhador que pudesse comprovar no mínimo 30 dias de trabalho consecutivo, restaria recebendo esse valor de forma integral.

Com as novas regras PIS 2021, alguns cálculos são necessárias a serem feitos. Como o valor total equivale a 12 meses trabalhados, se por exemplo, o trabalhador comprovar 6 meses, estará recebendo a metade do valor, que está em R$ 998 (salário mínimo atual).

Como o banco responsável pela distribuição do PIS é a Caixa, ela sempre disponibiliza uma tabela com os percentuais de forma bem detalhada. Então, confira abaixo o valor do PIS:

Proporção (meses trabalhados)Índice SIPISValor do Abono 2018Salário R$ 954,00Valor Abono 2019Salário R$ 998,00
18,33R$80,00R$84,00
216,66R$159,00R$167,00
325R$239,00R$250,00
433,33R$318,00R$333,00
541,66R$398,00R$416,00
650R$477,00R$499,00
758,33$ 557,00R$583,00
866,66R$636,00R$666,00
975R$716,00R$749,00
1083,33R$795,00R$832,00
1191,66R$875,00R$915,00
12100R$954,00R$998,00

Novas regras PIS 2021 no Governo Bolsonaro

Com a chegada de um novo Governo, muitas mudanças podem acontecer junto com outros benefícios. Junto com a Previdência Social, o Governo busca melhorar a distribuição dos benefícios que os trabalhadores recebem e é exatamente por existir um grande número de liberações, que o presidente busca mudanças.

Já ouvimos várias informações de que o abono salarial poderia ser retirado dos trabalhadores. Acontece que essa declaração não foi verídica, mas é esperado uma grande e restrição sim.

Embora não tenha entrado em vigor, as novas regras do calendário PIS 2021 pretendem afunilar essa distribuição para que abono seja distribuído entre os trabalhadores que recebem em média 1 salário mínimo.

Novas regras no Governo Bolsonaro

De acordo com a Folha de São Paulo, essa medida estará sendo levantada para melhorar a economia do país, trazendo uma redução em cerca de R$ 150, 2 bilhões em 10 anos. Nos restando aguardar para saber quais serão as novas regras do PIS 2021.

5 Motivos para levar em conta antes de comprar o carro em SP

A decisão de comprar um carro nunca deve ser tomada às pressas. Muitos fatores podem influenciar, em especial quem mora na cidade de São Paulo. Desde o modelo até o trânsito é bom pensar com carinho antes de adquirir um bem que envolve gastos de curto, médio e longo prazo. Para tomar a decisão correta reunimos cinco dicas para ajudar.

Comprar ou não um carro, eis a questão

A conforto do carro nunca foi contestado. Mas sempre é bom pensar nos gastos representados por ter um veículo de quatro rodas na garagem. Além da parcela do financiamento (para quem não comprou à vista) é necessário pensar em manutenção, combustível e outros pontos.

Mas ter um carro oferece muitas vantagens. Quem adora viajar para cidades próximas conta com o conforto da mala para levar tudo o necessário e poder fazer paradas. Quem tem criança pode desfrutar do deslocamento sem a necessidade de depender de transporte público ou o privado pagando bem caro e sem chegar na hora correta.

Cinco motivos para avaliar antes de comprar carro em São Paulo

Moradores de São Paulo são diferente de motoristas de outras cidades? As regras de trânsito são as mesmas, valem para todo o território nacional. Contudo, o uso do veículo de quatro rodas é diferenciado e alguns pontos importantes devem ser avaliados. Confira cinco a seguir.

Os impostos são altos

O IPVA 2022 SP é um dos mais caros do país. O estado precisa arrecadar mais por conta da quantidade de vias públicas para manutenção. Todos os anos o imposto deve ser pago e fica mais alto a cada ano.

Um ponto mais importante ainda a avaliar é o IPVA de carro 0 km. Quanto mais novo é o veículo mais caro é o seu imposto.

Cuidado com o consumo de combustível

Existem dois tipos de consumo de um veículo: o de estradas e o de vias urbanas. Carros sedan e de alta potência consomem mais. Normal se São Paulo não tivesse um trânsito tão intenso.

Um carro grande e algumas potências de motor acabam consumindo mais e o trajeto nem será dos maiores. É por esse motivo que muitos paulistanos possuem carro e moto na garagem.

Conforto para enfrentar grandes congestionamentos

Mensure no seu trajeto diário quais vias terá que cruzar e quais horários. Paulistanos chegam a enfrentar trânsito intenso de mais de duas horas para chegar em casa e isso pede conforto ou ao menos um sistema de som para usar o tempo ocioso.

Carros claros são mais frios

O inverno em sampa é agradável, mas o verão é intenso. Isso infelizmente é um problema para o sistema de resfriamento do veículo. Cores escuras absorvem mais calor e fazem o ar condicionado trabalhar mais para manter a temperatura estável.

Se você é um motorista que vai enfrentar trajetos longos durante o dia e com engarrafamento, vale pensar em cores claras.

Manutenção e seguro do veículo deve fazer parte do orçamento

Dois gastos constantemente ignorado pelos futuros compradores é o de manutenção e o de seguro. Infelizmente a capital paulista é uma das com maior índice de assaltos e arrombamentos e um seguro é um investimento a se pensar assim que o veículo deixar a concessionária.

Outro ponto importante é a manutenção. Trânsito intenso significa desgaste de pneus e peças. Ao menos a cada seis meses o automotor deve ser revisado para garantir a sua segurança e evitar maiores gastos posteriormente.

O Bolsa Família será cancelado para milhares de famílias

O Bolsa Família é um benefício de transferência direta de renda que auxilia milhares de famílias por todo território brasileiro, porém existem condições que podem levar ao cancelamento desse benefício. Deseja saber mais sobre o Bolsa Família? Continue lendo.

Para muito o Bolsa Família é a única fonte de renda, por isso falaremos hoje sobre os motivos que levaram ao cancelamento do benefício de milhares de famílias.

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa brasileiro de transferência direta de renda para famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o Brasil de modo a auxiliar para que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza.

Muitas famílias dependem desse benefício, porém hoje veremos o motivo que levou milhares de famílias a terem seu benefício cancelado.

Cancelamento do Bolsa Família

O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário encontrou irregularidades em cerca de 1,136 milhão de benefícios do Bolsa Família, e desse total 469 mil foram cancelados e outros 654 mil tiveram o Bolsa Família bloqueados.

Para as famílias que tiverem o benefício bloqueado existe um prazo de até 3 meses para que possam comprovar que atendem os requisitos do programa, podendo assim voltar a receber o Bolsa Família.

Esse cancelamento de benefícios é o resultado de um pente-fino iniciado pelo governo Temer que leva a uma economia de aproximadamente R$ 1,428 bilhões.

O valor economizado com esse cancelamento de benefícios será aplicado na própria área social do Brasil segundo o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, afirmando ainda que parte desse valor economizado contribuirá para o ingresso de novas famílias no Bolsa Família.

Quando questionados o governo Temer relatou que os cancelamentos e bloqueios ocorreram porque o governo identificou que muitos beneficiários do Bolsa Família possuíam renda acima da declarada oficialmente no pedido de ingresso no Bolsa Família.

Requisitos para o Bolsa Família

A seguir você pode conferir os requisitos que devem ser atendidos para que a família receba e não corra o risco de perder o seu Bolsa Família:

  • As crianças e adolescentes com idade até 15 anos devem possuir frequência escolar mínima de 85%;
  • Adolescentes com idade entre 16 e 17 anos devem comprovar a frequência escolar mínima de 75%;
  • As crianças da família devem estar em dia às carteiras de vacinação;
  • O pré-natal das gestantes precisa ser realizado e as mulheres que tenham entre 14 e 44 anos que amamentam precisam passar por acompanhamento médico;
  • As crianças que tenham até sete anos devem ser submetidas ao acompanhamento médico para o devido crescimento e desenvolvimento;
  • As crianças e adolescentes que tenham até 15 anos e realizam trabalho infantil devem ser dele devidamente retiradas e registrarem no mínimo 85% de frequência nos serviços socioeducativos;
  • É necessário a cada 2 anos realizar o recadastramento do bolsa família, ou sempre que esse for solicitado no extrato ou comprovante de pagamento do benefício.

10 programas sociais criados para famílias de baixa renda

As famílias que ficam registradas nos índices do Governo Federal podem ter acesso a diversos programas sociais diferentes, com o intuito de melhorar a condição de vida e retirá-las da situação de pobreza. Você conhece estas propostas? Veja a seguir 10 programas sociais criados exclusivamente para famílias de baixa renda.

Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda, criado para famílias que se encontram em pobreza ou extrema pobreza. A iniciativa auxilia famílias a garantirem o cumprimento de suas necessidades básicas. Nem todo mundo pode receber este suporte financeiro, por isso, fique atento aos requisitos do Bolsa Familia 2019 e se inscreva!

Pro Jovem Adolescente

Este programa tem uma grande responsabilidade social e é destinado exclusivamente para jovens entre 15 e 17 anos cadastrados no programa social Bolsa Família.

Programa de Cisternas

O Programa de Cisternas foi desenvolvido para atuar no meio rural. A inciativa propõe a construção de cisternas de cimento próximos às casas . Desta forma, a família pode ter aceso à água potável sem precisar percorrer grandes distâncias.

Minha Casa Minha Vida

O Minha Casa Minha Vida é uma proposta de auxílio moradia que ajuda famílias de baixa renda a conquistarem a sua primeira moradia com custos reduzidos e até juros zero.

Tarifa Social

A Tarifa Social é um benefício muito importante. O programa garante que as famílias de baixa renda, cadastradas corretamente no Cadúnico possam ter tarifa elétrica e de água mínimas. A iniciativa é voltada principalmente para famílias que já estão cadastradas em um algum programa social.

Carteira do Idoso

Esta proposta social permite que idosos a partir dos 60 anos com renda mensal individual de até dois salários mínimos vigentes possam fazer viagens interestaduais com desconto ou gratuitas. Quem está de acordo com os requisitos do programa pode se inscreverem uma unidade responsável pela Carteira do Idoso.

Telefone Popular

Destinado a facilitar o acesso à comunicação para famílias de baixa renda, o Telefone Popular permite a instalação e taxa mínima de telefone para estas pessoas.

Bolsa Verde

O Bolsa Verde é um programa de conservação ambiental. Ele funciona oferecendo apoio financeiro trimestral para famílias de baixa renda que moram em áreas de preservação ambiental.

Programa Nacional de Crédito Fundiário

Esta inciativa é voltada para o meio rural, e proporciona crédito para que famílias que moram nessas localidades e não possuem terra ou possuem pouca terra possam comprar novos lotes.

Programa Nacional de Reforma Agrária

O Programa Nacional de Reforma Agrária busca padronizar e aumentar a distribuição de terra no meio rural, a fim de desenvolver a produção.

Reality Show da Rede Globo fecha novos contratos

A ansiedade de muitos brasileiros nesta época do ano só aumenta, afinal, está chegando a hora de conhecer os próximos participantes do Reality Show mais famoso do país, o Big Brother Brasil 2021. São 14 participantes, entre homem e mulheres, de vários estados do Brasil, disputando uma premiação milionária.

Quando Começa o Reality

Desde 2002 o programa é um sucesso na televisão brasileira, o Big Brother Brasil 2021 possui um formato internacional adotado nos Países Baixos, onde se mantém um grupo de pessoas ( geralmente de 14 a 16) confinados dentro de uma única casa, sendo vigiados por câmeras durante 24 horas por dia, por cerca de 3 meses.

A disputa é sempre por prêmios milionários para quem aceitar deixar de lado a sua privacidade e se der bem nas provas realizadas durante o período do confinamento. A emissora fatura alto com o programa: contratos de publicidade, valor pago em cada ligação telefônica, venda de contratos de payperview para assistir o BBB Online, tudo isso com um valor relativamente baixo investido no programa.

Não esquecendo que a forma que cada um tem de conviver com os demais, causa grande impacto no espectador, e quem souber conquistar a empatia do público tem maior possibilidade de ir até o final do jogo.

Como participar

As inscrições para o BBB 2021 já estão encerradas, e daqui a alguns dias começa a disputa, porém, você pode se preparar para os próximos anos do programa.

As inscrições das edições do Big Brother Brasil começam sempre meses antes, geralmente  iniciam no mês de Maio e permanecem durante os meses de Setembro, Outubro e Novembro.

As inscrições ocorrem pela internet e acontecem as seletivas Nacionais e Regionais após o período de inscrição online. Milhares de pessoas se inscrevem todos os anos, mas ao final, só uma fica milionária.

Início da nova edição

No início do ano, surgiram alguns boatos de que o Big Brother Brasil 2021 estaria com os seus dias contados, mas, ele continua sim na programação da Rede Globo, e causando mais ansiedade para aqueles que não perdem o programa, então, vamos revelar a data de quando começa o BBB 2021, para você não perder a nova edição.

Sempre marcado para ao mês de Janeiro, em 2020 não poderá ser diferente, então, no dia 19 de Janeiro de 2020, estejam apostos para conferir todos os participantes, a nova casa e muitos outros detalhes que estão para acontecer no BBB 2021.

Programa social do governo oferecido as famílias brasileiras

O salário família 2021 é um dos mais importantes programas sociais criados pelo Governo Federal. É através do valor recebido pelo salário família 2021 que muitos cidadãos brasileiros são beneficiados, e conseguem manter a família. Não sabe como funciona este programa, ou quem tem direito a este benefício? Então siga nos acompanhando para conferir mais!

Salário Família 2021

Criado pelo Governo Federal juntamente com a Previdência Social, o salário família é um projeto que ajuda milhares de famílias brasileiras. O programa é um valor repassado ao trabalhador, podendo ser ele de carteira assinada ou até mesmo avulso.

Porém, o salário pago vai de acordo com a quantidade de dependentes ou filhos que o empregado ou trabalhador possua.

Vale lembrar também, que assim como todos os outros programas sociais, para receber o salário família 2021 é preciso estar dentro de algumas regras impostas pelo próprio Governo. Abaixo, confira mais informações referentes a este projeto!

Veja também o valor do salário mínimo 2021 atualizado!

Quem tem direito ao Salário Família 2021?

Assim como já mencionamos anteriormente, para dar entrada no salário família 2021 é necessário se encaixar em algumas regras impostas pelo Governo Federal juntamente coma Previdência Social.

Abaixo, confira as exigências cobradas para receber:

  • Empregados registrados ou uns trabalhadores avulsos os quais estejam trabalhando regularmente;
  • O empregado e trabalhador avulso que estejam aposentados por idade, invalidez ou recebendo auxílio-doença;
  • Trabalhadores rurais em atividade ou aposentados com 60 anos de idade para homens e 55 anos de idade para mulheres;
  • Aposentados que já foram empregados ou trabalhadores avulsos os quais irão se aposentar com 65 anos de idade para homens e 60 anos para mulheres.

Atenção! Quem está desempregado, é empregado doméstico ou contribuinte facultativo, individual ou especial não têm direito ao Salário Família 2021.

Valor do Salário Família 2021

O valor do salário família 2021 é definido pela Previdência Social, órgão responsável pela administração deste benefício.

A quantia recebida pelo beneficiário é de acordo com o seu salário. Além disso, vai depender também de quantos filhos ou dependentes o trabalhador tem.

Consulte também >> Calendário PIS 2021!

A seguir, confira a tabela com os valores do salário família 2021:

Salário Valor da quota por filho
R$ 877,67 R$ 45,00
R$ 877,68 à R$ 1.319,18 R$ 31,71
superior a R$ 1.319,19 N/D

Como realizar o cadastro para o Salário Família 2021?

Para realizar a inscrição para o salário família 2021, você deverá dirigir-se até a Previdência Social de seu município. Aproveite para também se informar sobre a tabela INSS 2021!

Chegando lá, você deverá solicitar o cadastro para receber este benefício. Será solicitado os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento de filhos/tutelados/enteados (cópia e original autenticada;
  • Documento de Identificação – RG;
  • CPF – Cadastro de Pessoa Física;
  • Se a família obtiver filhos invalidez, deve-se apresentar o laudo do INSS;
  • Termo de Responsabilidade;
  • Comprovante de frequência escolar dos filhos com idade de 7 a 14 anos;
  • Caderneta de vacinação de todos os envolvidos;
  • Requerimento do salário família.

Tabela Salário Família 2021

Anualmente o valor do salário família é reajustado pela Previdência Social. A tabela em vigor o beneficiário recebe R$ 45 reais para uma remuneração de R$ 877,67 reais.

Abaixo, confira a evolução do valor de uns anos para cá:

PERÍODO FAIXA 1 (em R$) FAIXA 2 (em R$)
Início em 1º/01/2017 Até 859,88 valor 44,09 de 859,89 a 1.292,43 cota 31,07
Início em 01/01/2015 Até 725,02 valor 37,18 de 725,03 a 1.089,72 cota 26,20
Início em 01/01/2014 Até 682,50 valor 35,00 de 682,51 a 1.025,81 cota 24,66
Início em 01/01/2013 Até 646,55 valor 33,16 de 646,56 a 971,78 cota 23,36
Início em 01/01/2012 Até 608,80 valor 31,22 de 608,81 a 915,05 cota 22,00

HFS faz parceria com a TAM para dois importantes eventos da Deutsche Messe no Brasil

Seguindo o padrão internacional de proporcionar maior comodidade para expositores e visitantes, a HFS  firmou recentemente parceria com a companhia aérea TAM e com a TAM Viagens para oferecer o melhor custo benefício de deslocamento aos profissionais participantes das feiras internacionais que a promotora realiza no Brasil, no próximo ano. São elas a CeMAT South America, que acontecerá de 4 a 7 de abril, no Pavilhão Imigrantes, em São Paulo e a BITS – Business IT South America, a ser realizada de 10 a 12 de maio, no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre.

“A TAM está satisfeita por ter sido eleita a companhia aérea oficial da CeMAT South America e da Business IT South America. Acreditamos que podemos contribuir para atrair ainda mais visitantes para os dois eventos, tradicionais em seus respectivos setores. Oferecemos 25% de desconto nas tarifas aéreas para os participantes, a partir de qualquer ponto do Brasil”, diz Klaus Kühnast, diretor Comercial da TAM Linhas Aéreas.

No caso da CeMAT, segundo ele, o desconto será válido para embarques de 1º a 10 de abril de 2011. No caso da BITs, para os realizados entre 7 e 15 de maio de 2011.

Agência oficial CeMAT

Como operadora oficial da CeMAT, a TAM Viagens também oferecerá 25% de desconto na compra da passagem aérea. A operadora está preparando pacotes exclusivos com serviços voltados ao público da feira e o benefício extra de permitir que os visitantes do evento acumulem 1.000 pontos no Multiplus Fidelidade caso comprem o pacote completo.

Sobre a CeMAT

A realização da CeMAT South America – Feira Internacional de Movimentação de Materiais e Logística é parte da estratégia da Deutsche Messe AG – maior promotora de feiras do mundo, representada no Brasil pela Hannover Fairs – de realizar investimentos no País em feiras de alto padrão voltadas para mercados chave.

A feira é promovida em cooperação com a Câmara Setorial de Equipamentos para Movimentação e Armazenagem de Materiais (CSMAM) da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ). No Brasil, o evento conta ainda com parceiros como a Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas e Equipamentos (VDMA), a Associação dos Engenheiros Alemães (VDI) e a alemã Logistics Association (BVL).

A primeira edição da CeMAT South America acontecerá de 4 a 7 de abril de 2011, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, e reunirá todos os segmentos de movimentação de materiais, logística e intralogística destacando as últimas novidades desses setores.

Sobre a BITS

Iniciativa da Deutsche Messe por meio de sua subsidiária no Brasil, a BITS é organizada e promovida pela Hannover Fairs Sulamerica e Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – CIERGS / Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul – FIERGS, que coletivamente representam 41 mil indústrias com 600 mil empregados, em cooperação com a Converge Comunicações. Outros parceiros são as associações das indústrias de TI, SOFTEX e SOFTSUL.

A primeira edição da BITS acontecerá de 10 a 12 de Maio de 2011, no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre – RS e dará ênfase aos seguintes setores de exposição: Business TI e infraestrutura de TI; Bancos e finanças; Comunicações B2B; Internet 2.0; Navegação, Transportes e Logística; Setor Público; Fóruns – área de geração de novos negócios, salão central e fórum;

Conferências; Distribuição e revendas; Telecom e móbile; Software e serviços. Em conjunto com a exposição, a programação paralela da BITS terá como foco: finanças, governo, indústria, varejo e telecomunicações.